brincar com filhos

Segundo a ONU, o brincar é essencial para o bem-estar intelectual, físico, social e emocional de crianças e jovens. Brincadeiras no tempo livre da criança é o melhor remédio.

E foi considerado tão importante para o desenvolvimento ideal da criança, que foi reconhecido pelo Alto Comissariado das Nações Unidas como um direito fundamental de toda criança.

Este direito é desafiado por problemas sociais, violência nas cidades e pobreza. Mas mesmo as crianças que têm mais sorte, não estão recebendo todos os benefícios da brincadeira.

E isso tudo se deve ao estilo de vida cada vez mais corrido e cheio de cobranças com relação ao enriquecimento acadêmico.

Segundo a Academia Americana de Pediatria, a falta do brincar provoca estresse, ansiedade e depressão em crianças extremamente ocupadas com várias atividades dirigidas.

Brincadeiras na infância geram adultos mais felizes.

Os benefícios da brincadeira

Porque é tão importante o brincar? Já vimos acima como a ONU leva a sério a brincadeira. Abaixo eu listo os principais benefícios.

1-Usam criatividade ao brincar

Permite que as crianças usem sua criatividade enquanto desenvolvem sua imaginação, destreza, força física, intelectual e emocional. Importante para o desenvolvimento saudável do cérebro.

2- Desenvolvem habilidades de enfrentamento ao brincar

É através da brincadeira que as crianças desde muito cedo se envolvem e interagem com o mundo que as rodeia.

Somente brincando, as crianças criam e exploram um mundo que possam dominar, vencer seus medos enquanto praticam papéis de adultos.

À medida que brincam, elas desenvolvem novas habilidades que aumentam a confiança e resiliência de que precisarão para enfrentar os desafios futuros.

3-Desenvolvem resiliência, liderança e negociação

Deixar as crianças brincarem sozinhas ou que decidam por si mesmas, permite que aprendam a trabalhar em grupos, compartilhar, negociar,resolver conflitos e aprender habilidades de auto promoção.

Quando as brincadeiras são conduzidas pela criança, ela pratica habilidades de tomada de decisão, descobre seu próprio ritmo, suas áreas de interesse e, por fim, descobrem e se envolvem totalmente nas paixões que desejam seguir e focar.

4-Conexão verdadeiramente dos pais com os filhos

Brincadeiras com os filhos benefícios

Os pais devem participar da brincadeira de forma passiva, interferindo o mínimo possível para que as crianças possam aprender brincando com suas próprias tentativas e erros.

Quando os pais observam seus filhos brincando ou se juntam a eles em brincadeiras que a própria criança conduz sem interferir, eles tem a oportunidade única de ver o mundo do ponto de vista de seus filhos.

Enquanto eles navegam em um mundo perfeitamente criado pela sua imaginação.

5-Ótima forma da criança se expressar

Crianças que falam pouco, podem expressar seu ponto de vista, experiências e frustrações por meio das brincadeiras, permitindo que seus pais tenham oportunidade de compreender mais seus filhos.

Ou seja, brincar oferece aos pais uma oportunidade maravilhosa de se envolverem plenamente com seus filhos.

6- Ajuda a criança a se adaptar na escola

Brincar na escola ajuda a criança a se integrar e adaptar ao ambiente acadêmico, fazendo com que a escola desenvolva habilidades sociais e emocionais da criança, além da intelectual.

7- Habilidades físicas

Crianças que brincam com espaço, desenvolvem coordenação para terem saúde física, além de emocional.

É importante permitir a criança correr e se arriscar um pouco em ambientes apropriados. Uma forma de combater a obesidade infantil.

Jogar com os filhos

Porque o brincar está sendo menosprezado?

Crianças não podem mais ser crianças pois estão sendo apressadas para agirem como adultos muito cedo e se preocuparem com o futuro. A infância está sendo roubada de nossos filhos.

As faculdades estão vendo uma geração de alunos que parecem manifestar sinais crescentes de depressão, ansiedade, perfeccionismo e estresse.

Os pais são pressionados pela indústria e comércio, a expor seus filhos a uma infinidade de ferramentas e atividades para que possam se preparar.

O tempo que os pais poderiam passar com os filhos são gastos em planejar, organizar e transportar eles para essas atividades especiais.

Porque brincar é coisa séria!

Mas mesmo as crianças que estão se beneficiando desse enriquecimento ainda precisam de algum tempo livre não programado.

Para que haja pensamento criativo, autorreflexão, relaxamento e se beneficiariam dos benefícios únicos das brincadeiras dirigidas a crianças.

Os pediatras e psicólogos recomendam que todas as crianças tenham tempo suficiente e não programado, independente e fora das telas para serem criativas, refletirem e relaxarem.

Eles enfatizam que, embora os pais possam certamente monitorar as brincadeiras por segurança, uma grande proporção das brincadeiras deve ser dirigida por crianças e não por adultos.

Devemos sempre enfatizar as vantagens das brincadeiras ativas e desencorajar as crianças do uso excessivo do envolvimento passivo (por exemplo, televisão e jogos de computador).

Os pais não podem aceitar passivamente as mensagens publicitárias que somente visam o consumismo e lucro.

Essas que sugerem que existem meios mais valiosos de promover o sucesso e a felicidade dos filhos do que os métodos tradicionais, testados e confiáveis ​​de brincar e união familiar. 

Lanna Figueredo

Minha missão é compartilhar informações que vão contribuir para a melhor a qualidade de vida das pessoas.

Você também pode gostar de ;)
Latest Posts from Lanna Figueredo

1 Comment

  1. Eu imaginava que era bom, mas não tanto. Foi bom saber

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *