Aí vai uma boa notícia: a grávida pode comer chocolate na gravidez, é seguro ela saborear desde que seja com moderação.

Aqui está o porquê: o uso da quantidade recomendada de chocolate todos os dias, pode realmente diminuir o risco de hipertensão gestacional e pré- eclâmpsia de acordo com estudo.

Principalmente o chocolate amargo, pois quanto mais escuro melhor para a saúde.

O chocolate é permitido durante a gravidez, desde que estejamos falando de alguns pedaços pequenos em vez de um pacote de seis barras de chocolate gigante. Como tudo nessa vida, o bom senso e a moderação é a regra geral do sucesso.

Continue lendo e entenda o porque do excesso do chocolate, cafeína e açúcar na gravidez podem prejudicar o desenvolvimento do seu bebê.

Grávida pode comer chocolate: o risco do açúcar

Pesquisas mostraram que consumir grandes quantidades de açúcar, carboidrato e calorias durante a gravidez trás resultados negativos para a saúde da mãe e do bebê.

Por exemplo, dietas ricas em açúcar durante a gravidez trazem um risco maior de:

  • pré-eclâmpsia
  • diabetes gestacional
  • nascimento prematuro
  • aumento do ganho de peso gestacional

Grávida pode comer chocolate no inicio da gravidez, todo dia?

Sim desde que não ultrapasse a quantidade diária recomendada que é o equivalente a 20g a 40g de chocolate por dia ou 1 bombom.

Grávida pode comer açaí, café, pimenta ou camarão?

E no segundo e terceiro trimestre da gestação?

Segundo pesquisas, há um risco grande do chocolate em excesso prejudicar o final da gravidez, porém se for consumido com moderação não trará nenhum risco.

Grávida pode comer chocolate branco, ao leite ou meio amargo? Qual o melhor?

Sim, a gestante poderá comer o chocolate ao leite, o branco ou o amargo desde que seja com moderação, todos os dias durante toda a gravidez.

Porém, o chocolate amargo é o mais saudável e trás mais benefícios para a saúde. Por outro lado, o chocolate amargo possue mais cafeína do que os outros tipos, já que a cafeína em excesso na gravidez pode prejudicar o feto.

Mas se você comer o chocolate amargo com moderação, não terá esse problema.

Portanto o segredo é comer uma barrinha pequena por dia.

Dor de cabeça e azia são normais na gravidez?

Porque o chocolate amargo é melhor para a saúde?

Chocolates muito doces como o chocolate branco e ao leite, aumentam as chances de diabetes e hipertensão gestacional por causa do excesso de calorias, por isso é necessário a moderação.

Em geral, quanto mais escuro o chocolate, menos açúcar ele contém e mais vitaminas, minerais e antioxidantes ele possue.

Apesar do chocolate amargo possuir mais cafeína do que os outros, isto não será um problema se você moderar no chocolate e no cafezinho durante o dia.

Grávida pode comer chocolate: quantidade máxima de cafeína diária

A preocupação do excesso de cafeína é pelo fato dela aumentar os riscos de aborto espontâneo, portanto os Obstetras e Ginecologistas afirmam que a quantidade máxima de cafeína recomendada é de 200mg por dia.

Quantidade de cafeína:

  • xícara (250ml) de café: 100mg
  • lata de red bull 250ml: 80mg
  • xícara (250ml) de chá mate ou erva mate:32mg
  • barra de chocolate ao leite 42,5g: 9mg de cafeína
  • barra de chocolate amargo 42,5g: 30mg de cafeína

Você deve somar todos esses valores que consumir e não poderá ultrapassar os 200mg de cafeína por dia, para não prejudicar o bom desenvolvimento do bebê.

Chá de canela ou gengibre são abortivos?

Evite tomar energéticos, termogênicos em comprimidos, pois eles possuem grandes quantidades de cafeína.

O ideal é a grávida tome 1 xícara de café com adoçante e 1 barra de chocolate amargo 70% ou mais, sem açúcar por dia. Dessa forma ela não terá abstinência de cafeína, desfrutará do doce e ainda terá todos os benefícios do chocolate amargo. Quanto mais escuro o chocolate, melhor.

Grávida pode comer chocolate: resumo

  1. A grávida pode comer chocolate tranquilamente durante toda a gravidez desde que com moderação, principalmente o chocolate amargo, não ultrapassando 1 barrinha ou 1 bombom por dia.
  2. Assim, os vários benefícios são comprovados, incluindo a redução da pressão arterial além de melhorar o fluxo de sangue na gestante para o bebê.
  3. Afinal, durante a gestação, é recomendado controlar o açúcar, carboidrato e a cafeína total diária para não ultrapassar os 200 mg máximos permitidos por dia.

Lanna Figueredo

Minha missão é compartilhar informações que vão contribuir para a melhor a qualidade de vida das pessoas.

1 Comment

  1. Muito bom agora quando minha esposa engravidar já sei a quantidade de chocolate quer eu posso deixar ela comer muito bom mesmo saber desta pequena informação pois ajuda muito no dia à dia de uma mulher grávida 🤰
    Obrigado 🙏🙏🙏

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.